Indústria musical: panorama dos projetos de ICO

Indústria musical: panorama dos projetos de ICO

A cada semana selecionamos os mais interessantes projetos de ICO em uma determinada área de negócios. Esta semana estamos a analisar inovações tecnológicas de blockchains na indústria músical. Sabe-se que de 70% a 80% dos ganhos dos artistas fica com os intermediários. Os serviços de streaming existentes também não permitem aos artistas ganhar o suficiente. Vários projetos de blockchain tentaram encontrar uma solução para este problema. Aqui estão as quatro ICOs mais interessantes que você não pode perder. Fique ligado!

Viberate

Período da ICO: de 05/09/2017 a 04/10/2017

A plataforma Viberate é um mercado descentralizado de música. Pode-se dizer que a Viberate é algo como o cruzamento do Booking.com com o IMDB. Viberate oferece conteúdo musical para ouvir, entretanto a característica mais importante da plataforma é que ela reúne os músicos e os clientes. Isso significa que você pode contratar artistas e comprar ingressos para os shows usando a Viberate. A plataforma permite que os artistas cobram cachês e vendem ingressos para os shows em Vibes. Até à data, a Viberate está trabalhando com mais de 50 000 locais de apresentação, 210 000 eventos e mais de 120 mil perfis dos músicos. Esses perfis são uma espécie de identificação do músico que contém as estatísticas atualizadas de mídia social, datas de concertos, novidades e informações de contato para agentes e gerentes. A Viberate possui um bom programa de recompensas: os participantes ganharão Vibes criando conteúdo – adicionando perfis, editando o conteúdo existente, escrevendo artigos, promovendo o serviço etc. O objetivo mínimo da ICO é de US $ 1.000.000 e o máximo é de US $ 12.000.000. É bastante provável que os tokens estejam completamente vendidos em poucas horas.

Musiconomi

Periodo da ICO: 31/08/2017 – 28/09/2017

Musiconomi é um novo ecossistema de música baseado em blockchain. É uma plataforma de streaming projetada para garantir um mercado musical justo que atenda aos artistas, usuários e  especialistas da indústria. Isso permitirá que os músicos liberem seus trabalhos, criem licenças simplificadas e sejam pagos diretamente e imediatamente por reprodução de cada faixa. A Musiconomi possui um programa de gratificações para usuários: ao compartilhar uma faixa o cliente receberá a recompensa em Musicoin (MCI). O token MCI libera o acesso a diferentes recursos e ferramentas da plataforma. Por exemplo, os usuários poderão acessar várias listas de reprodução, transmissão de rádio, mercadoria virtual e vitrines de ingressos. Musiconomi é o segundo startup a passar pelo programa de incubação de crowdsales chamado Cofound.it . A plataforma surgiu como um projeto adicional para o Musicoin Project. A beta-versão da plataforma está online e possui 4.200 usuários. A Musiconomi é baseada em Musicoin Blockchain e usará contratos inteligentes para automatizar a cobrança e o desembolso dos pagamentos aos músicos toda vez que uma faixa for tocada. O limite mínimo da ICO é de US $ 6 milhões e o máximo de US $ 18 milhões.

Voise

Período da ICO: 06/05/2017 – 06/06/2017

Voise é uma plataforma descentralizada de música, baseada na tecnologia blockchain do Ethereum. Traz uma solução para streaming e download de música. O principal objetivo da Voise é de deixar nas mãos dos artistas o controle sobre a distribuição e o retorno financeiro do conteúdo que eles criam e lançam online. Em outras palavras, Voise está monetizando os artistas independentes. O modelo de negócio do projeto distribui 100% da receita entre os artistas. A plataforma terá instrumentos de marketing para jovens artistas, como, por exemplo, samples gratuitos. O token do projeto é chamado Voisiums (VSM). A ICO teve duração de um mês e a plataforma vendeu um total de 825.578 tokens VSM (equivalente de, aproximadamente, 3 milhões de dólares). Isso significa que o projeto conseguiu o mínimo desejado de 2 milhões de dólares para o lançamento. Voise pretende desenvolver a versão alfa da plataforma no início do próximo ano. É provável que o projeto tenha sucesso e se torne uma das soluções de tecnologia de blockchain mais interessantes e justas para distribuição de conteúdo musical.

OPUS

Período da ICO: 23/07/2017 – 23/08/2017

A Opus é uma plataforma de código aberto descentralizada com conteúdo musical. O modelo da plataforma foi construído usando ferramentas da IPFS e Ethereum. As caraterísticas principais da Opus já estão disponíveis para o público na versão beta. As faixas de música estão armazenadas no IPFS e as chaves estão armazenadas no Ethereum. O projeto garante que as gravadoras não poderão esconder dinheiro dos artistas, uma vez que todas as transações serão transparentes. A Opus irá trazer 97% da receita aos músicos. A direção da evolução da plataforma Opus será definida de acordo com os resultados da votação dos participantes. Outra característica importante da plataforma é que ela armazena os arquivos de áudio de uma forma descentralizada. O Estado não conseguirá controlar quais músicas estão sendo disponibilizadas através da Opus. A plataforma tem um programa de recompensas: novos artistas podem promover suas músicas alocando um certo número de vendas para pessoas que compartilham faixas. Os artistas podem compartilhar uma porcentagem de seus ganhos com os usuários que criem conteúdo relacionado e distribuam faixas socialmente.



RECOMMENDED ICOS